Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Renúncia do cargo de líder de oposição e presidência da Câmara foi tema da sessão

Renúncia do cargo de líder de oposição e presidência da Câmara foi tema da sessão

por alt publicado 24/10/2018 15h41, última modificação 24/10/2018 15h41

Na sessão ordinária de hoje (24/10),  teve anuncio do vereador Adeilton Silva deixando a liderança de oposição, lançamento de candidatura a presidência da Câmara e atos de corrupção do Governo Municipal.

O vereador Adeilton Silva usou a Tribuna para anunciar renúncia do cargo de líder de oposição.

O vereador disse que não está deixando o grupo de oposição, deixando apenas a lideranças, fez um retrospecto de seus mandatos, “em 2008 fui eleito e já tive que abrir mão da presidência da Câmara para unir o grupo, na gestão do Prefeito ex - prefeito Dorival de Oliveira, tive árdua missão de ser líder de oposição, na oportunidade foi uma parceria saudável, mas nós últimos anos vejo de não tenho a mesma importância , espero que todos respeite minha posição, acredito que dentro grupo  deve ter pessoas que tem como fazer esse trabalho, nas eleições para deputado percebi quem são realmente meus amigos, eu tenho eleitor que paga pra votar comigo, esses eleitores me fez pensar melhor, todos estão me cobrando , não estou me desligando do bloco de oposição, estou apenas comunicando a desistência da licença, essa posição que estou tomando são pedidos dos meus eleitores, estamos no meio de uma denúncia contra o prefeito ao mesmo tempo estamos próximo de eleições para presidente, temos que saber separar as duas situações, por todos esses boatos digo que sou candidato a presidente da Câmara Municipal de Altaneira, todos têm autonomia para escolher o melhor, não estou pedindo votos, apenas registando ao povo altaneirense que sou candidato, agradeço a todos vereadores em especial do grupo de oposição pela compreensão". 

Presidente Antonio Leite disse que o grupo que saiu do prefeito não vai fazer conchave para troca votos de presidente para cassar o mandato do prefeito, que em breve o grupo vai avaliar a situação.

O vereador Flávio Correia usou a palavra para parabenizar o vereador pela atitude, lembrou que foi líder da situação e teve de deixar a licença do governo, “nosso grupo não tem interesse de cassar prefeito, esperávamos que o gestor tivesse respeito com dinheiro público”.

O vereador Flávio Correia disse que se surpreende cada dia com essa administração suja, o mesmo relatou que encontrou notas de pinturas de funilaria em carros agregados, ainda relatou com espanto que todos para-brisa dos carros foram trocados, divulgou todos os valores de gastos exorbitantes.

"Pior que o famoso Etios que foi gasto quase 30 mil reais, agora aparece gastos com pinturas, pra piorar foi pintado por duas vezes, não temos menor interesse de cassar prefeito, estamos fiscalizando e encontrando maior imoralidade com dinheiro do povo, vamos construir relatório transparente, vi aqui uma força tarefa das vereadores Silvânia Andrade e Zuleide Ferreira dizendo que esse vereador não estava fiscalizando, estamos sim trabalhando para responder o povo ".

Disse que ainda que só vai falar em presidência em Dezembro, que o grupo de vereadores não vão vender a alma ao satanás para continuar na política.

“Candidato que foi eleito pelos amigos, quem não tinha dinheiro pra nada, tinha que mostrar respeito, vamos cobrar responsabilidade dos vereadores com essa aberração".

“Fico pasmo com atos de corrupção, estamos vendo ações para tentar ludibriar a sociedade, na última sexta-feira vi secretário se contradizendo com discursos com falta de verdade". Comentou  Antonio Leite

Vereador Devaldo Nogueira lembrou que na última reunião disse que vereador Adailton Silva disse que não votava em nenhum do grupo de oposição, afirmou também que é candidato a presidente da Câmara

Sobre o discurso do vereador Flavio Correia, disse que a briga é de família, que os vereadores devem deixar essa situação para Ministério Público

"Eu cumpro meus compromisso, não sou de enganar ninguém, sou seguro pra falar sobre traição”. Finalizou Devaldo Nogueira

O vereador Adailton Silva disse que o Devaldo está coberto de razão, "sobre nossa reunião não vou tratar na sessão, estou a aberto para tratar sobre qualquer assunto,  ultimamente não era escutado, sobre a presidência não existe nenhuma negociação,  sou candidato a presidente, não sou obrigado receber votos de ninguém, nem da oposição e nem dos vereadores que saíram do grupo do prefeito". Respondeu 

Vereador Devaldo Nogeruira lembrou que enquanto líder de oposição sempre foi de atender as colocações dos colegas, que iria continuar da mesma forma. O vereador António Leite disse que a briga não é de família e sim falta de transparência e desmando do Governo.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais

Facebook Twitter Linkedin Youtube Flickr

Pesquisa de Opinião

Gostou do novo portal?

Sim
Não
Pode melhorar
spinner
Total de votos: 1150
Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo

Acesso à Informação